Rádio JOVEM PAN

92.9. Jovem Pan Três Rios

Ouvir

Ana Paula Renault solta o verbo contra finalistas do BBB 17: "Doem o prêmio, ninguém o merece"

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Ana Paula Renault no Morning Show - 13/04/2017

Ana Paula Renault diz que nenhuma das finalistas merece vencer o BBB 17

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Ana Paula Renault diz que nenhuma das finalistas merece vencer o BBB 17

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Ana Paula Renault diz que nenhuma das finalistas merece vencer o BBB 17

A grande final do Big Brother Brasil 17 acontecerá na noite desta quinta-feira (13) e não parece ter agradado muitos fãs do reality show. Entre esses telespectadores está Ana Paula Renault, uma das protagonistas da última edição do programa da Rede Globo. A jornalista – que escreve uma coluna sobre o BBB no UOL – disse Morning Show que Boninho e companhia deveriam doar o prêmio ao Criança Esperança, pois nenhuma das finalistas merece ficar milionária.

“Ninguém deveria ganhar essa edição. A Globo poderia destinar o prêmio para algo melhor, como doar para alguma instituição de caridade ou o Criança Esperança. Nenhuma das três finalistas demonstrou que merece o prêmio”, opinou.

Como alguém precisa sair vencedor dessa competição, Ana Paula apontou que Emilly deve sair da casa com a conta recheada de milhões. Apesar disso, a ex-BBB detonou a gaúcha de 20 anos, que segundo ela não foi verdadeira em momento algum dentro da casa e que sua força se dá apenas pela fã base nas redes sociais.

“A fã base da Emilly e do Marcos se destacava em todas as mídias sociais. Por isso tudo, acho que a Emilly ganha. Mas não simpatizo com a cabocla”, ressaltou. “Ninguém demonstrou carisma ou um posicionamento bacana. Quem se destacou na chamada antes do início do reality decepcionou dentro da casa”, completou.

A mineira precisou ficar 100% por dentro do que acontecia dentro da casa e expôs o jogo feito por Emilly e Marcos durante a competição. A ex-sister contou que o médico falava com a gaúcha o tempo todo sobre como certas atitudes os ajudariam na edição para a televisão e que foi conveniente para ambos formarem um casal.

A loira não concorda com esse tipo de atitude dentro da casa, já que para ela, é necessário se mostrar como realmente é para as câmeras e não fazer teatro para o público.

Não gosto da Emilly. Ela é uma peste, uma demônia. Assisto o PPV e a edição da televisão. Eu assisto tudo e sei de tudo. Ela sempre se mostrou ardilosa e mentirosa. Falava que não ficaria com o Marcos e numa festa, no qual colocaram um telão que mostrava tuítes pedindo para eles ficarem juntos, eles resolveram ficar juntos. Eles sempre pensaram no ibope para o VT”, criticou. “Eu fui eu mesma no programa, o meu caráter dormia e acordava comigo. Não precisei mentir para ser querida e ganhar voto. Nem estava focada no dinheiro, estava aproveitando a experiência”, finalizou.

“Expulsão de Marcos foi diferente da minha”

Ana Paula foi a primeira participante da história do Big Brother Brasil a ser expulsa da casa. Ela foi acusada de ter agredido o brother Renan na 16ª edição do reality, violando as regras da competição. Com consciência de que invadiu o espaço do rival, a mineira garante que o seu caso é totalmente contrário ao de Marcos, que deixou a casa após a Delegacia Da Mulher concluir que ele deixou marcas no corpo de Emilly.

“Ambos estamos errados, mas eu não cometi nenhum crime. Já o doutor Marcos infringiu a lei. Foi algo externo que interviu no BBB”, explicou.

Ela acredita que a Globo foi omissa com o caso e por isso demorou tanto para tomar a decisão de tirar o participante da casa, pois estava pensando na audiência que ele trazia para o reality.

“Acredito que a Globo foi omissa. O BBB é um programa de entretenimento, eles querem dinheiro. Aqui na rádio não vamos falar sobre assuntos que vão dar sono. A Globo chamou ambos para perguntar se a Emilly se sentiu agredida e pediu para ele pegar mais leve. Mas a comoção popular, com 50 mil denúncias, levou a acusação para a delegada”, opinou.

“A delegada falou que a Globo decidiu expulsá-lo, mas tudp isso levantou um assunto de extrema importância. Eles (participantes do reality) são as amostras de como é o nosso país, são pessoas que vivem na sociedade”, completou.

Tags da Pan

Comentários